Header Ads

Tribunal Superior Eleitoral suspende consequências para eleitores que não votaram nas eleições de 2020

 

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) suspendeu as consequências que eram previstas para os eleitores que não votaram nas eleições 2020 e não justificaram a ausência ou pagaram as multas previstas no art. 7º do Código Eleitoral. A resolução foi assinada nesta quinta-feira, 21, pelo ministro Luís Roberto Barroso, o presidente do Tribunal, e deverá ser referenciada pelo plenário da Corte depois do fim do recesso forense.

Entre os efeitos que foram suspensos pela determinação, estão o impedimento de obter passaporte ou carteira de identidade, inscrever-se em concurso ou prova para cargo público, renovar matrícula em estabelecimento de ensino oficial, e receber remuneração em função pública.

O Tribunal entendeu que o agravamento da pandemia dificultou a justificativa dos eleitores e o pagamento das multas, especialmente em casos de pessoas em situação de vulnerabilidade. A medida vale enquanto o plantão extraordinário previsto pela Resolução-TSE nº 23.615/2020 para evitar o contágio da Covid-19 estiver vigente.

Após o fim do prazo de suspensão estabelecido pela Resolução, os eleitores deverão pagar suas multas ou solicitar a isenção à Justiça Federal caso o Congresso Nacional não aprove a anistia das multas.

AVOZSQ

Nenhum comentário

Atenção!
Ao comentar, escolha as palavras corretas para que seu comentário atinja seu objetivo, expor sua opinião sobre determinado assunto.
Os comentários passaram por moderação da redação e serão publicados, independente do seu conteúdo, caso o comentarista tenha uma identificação válida!
Obrigado por comentar!

Tecnologia do Blogger.