Business

COMENTÁRIO: Num legislativo improdutivo e ineficiente, mesa diretora quer aumentar de forma abusiva salários para 5 mil reais.


   Durante a sessão legislativa no dia 4 de Setembro a mesa diretora do legislativo municipal de Senador Sá apresentou dois projetos, ambos assinados pelos vereadores que compõe a elite da casa Cesar Alves Filho (Presidente), Daniele Vasconcelos (Vice presidente), Maria do Carmo (Secretária) e por Francisco Castelo Bastos. Os dois projetos tratavam sobre o aumento de salários para o próximo mandato, protocolo normal em fim de mandato, de fato, geralmente nesta época, porém a surpresa foi os altos valores destacados no texto.

    O parlamentar que hoje recebe 3 mil, valor já considerável tendo em vista a improdutividade da maioria e ainda considerando que há apenas dois encontros por mês e ainda ocorre vez que sequer há algo para discutir. Isso mesmo com uma cidade cheia de problema e com pautas de sobra para o vereador que quer trabalhar, ou melhor, pelo menos exercer a função básica onde a maioria dos nove não fazem. Esse valor passará, se aprovado, para 5 mil reais, ou seja, um aumento de 66%.

O prefeito que atualmente recebe 9 mil passará para 13.500 reais com um aumento de 50%. Secretários, que conhecemos o quão são improdutivos recebem hoje 2,500 passam para 4 mil com o aumento de 60%. Já o vice-prefeito que hoje ganha o valor de  6.600 pula para 9 mil com o aumento de 36%.

 Em 2012 houve aumento e em 2016 decidiram aumenta, porém em sessão extraordinária resolveram baixar:

Confira as últimas votações salariais: 2012  -  2016 

Veja os projetos: PDF
_________________________________________

     A grande questão que nos trás indignação é o expressivo valor do aumento, principalmente em um momento onde tanto o governo federal quanto o estadual buscam cortes e bloqueiam aumentos salariais para servidores públicos e apontam um baixo aumento no salário mínimo que não deve ultrapassar os 30 reais.

   Observando a atual conjectura política no legislativo que esta dividido em dois, de um lado sete vereadores tendendo as decisões situacionista e dois as questões oposicionistas. E em pleno período eleitoral onde há três pré-candidatos ao executivo e ambos afirmam ser de oposição e o momento é esse para provar suas palavras, se o tiverem e se de fato falarem a verdade.

     Se forem de fato de oposição e se suas palavras valer de algo todos os três deverão ser contrários a essa proposta irresponsável e abusiva onde zombam da cara de nossa população e riem enquanto nosso povo sofre. E ainda afirmo, o vereador que concordar com esse projeto atira em seu próprio pé e vai em contradição a sua principal função que é zelar para o bem popular e sequer merecem um voto de confiança.

   Agora saberemos de verdade quem são os pré-candidatos e o que defendem seus grupos políticos. Durante a sessão o pré-candidato do PDT, Zé Maria, esteve presente no plenário da câmara e assistiu parte da sessão. O projeto foi apresentado e deverá ir a votação no dia 18 de setembro, durante sessão ordinária do legislativo. Nesse prazo, aguardamos o posicionamento dos que almejam o cargo de prefeito, Zé Maria, Bel Jr e Kêba Rafael. Fica o questionamento se esses terão cunhão para honrar com suas palavras e discursos? E aos parlamentares, que em sua maioria busca a reeleição, irão aprovar esse tapa na cara dos senadorsaenses?

   Outro ponto que precisamos trazer a discussão é se a população irá corroborar e/ou calar diante dessa ideia. E se o fizer, irá ser cúmplice e merecedora das gestões sem escrúpulos que tanto reclamam. Diversas sessões que vamos cobrir, quase todas sou o único presente assistindo.

   Aqui fica o desafio aos pré-candidatos a prefeito seus grupos de "oposição", líderes políticos sociais e comunitários e principalmente a população em geral. Dia 18 será o momento de ver se os que almejam o poder executivo aplicam na prática o que dizem ou se são apenas mais discursos sem valor e realmente saber se a população quer realmente a "mudança" na qual tanto falam!

REVEJA 
Matéria da sessão: AQUI!

Postar um comentário

0 Comentários