Business

Concurso público de Senador Sá é oficialmente suspenso e empresa aplicadora publica comunicado.


      A empresa aplicadora do concurso público de Senador Sá , INGETI, oficializou a suspensão do certame através de comunicado publicado no site. Como é informado no comunicado a decisão é consequência de decisão judicial dos dois processos que segue na justiça, onde ambos solicitaram a suspensão do certame: Processo 1 e processo 2.

    A comissão organizadora do concurso "considerando notificação judicial" decide suspender o certame na  fase de DIVULGAÇÃO PRELIMINAR DO DEFERIMENTO DAS INSCRIÇÕES NAS VAGAS DE PCD - (Pessoas com Deficiência) e ISENÇÃO DA TAXA DA INSCRIÇÃO.

     O concurso foi considerado polêmico desde a votação no legislativo municipal, quanto foi discutido e levantado alguns pontos falhos no processo, tanto que mesmo aprovado, retornou a casa para uma nova votação após correção de alguns pontos e aumento de cargos. Teve sua licitação adiada devido a pandemia e quando lançado, ainda com a situação de saúde em atenção, teve um lançamento sem sequer um plano de biossegurança e/ou uma parceria com a secretaria de saúde municipal. Só após polêmica e a primeira decisão judicial lançou um aditivo alterando o cronograma e posteriormente um plano de segurança.

    Dois processos solicitando o cancelamento do certame correm na justiça, um iniciado pelo vereador Neto Andrade e outro pelo pré-candidato a prefeito Bel Jr, ambos do PP. E os dois solicitaram via liminar a suspensão do concurso. Hoje, 7 de Agosto, a comissão oficializou via comunicado publicano na aba da empresa aplicadora. O processo cabe recurso, e reiteramos que não é um "cancelamento", mas uma suspensão. A decisão definitiva, por parte do judiciário, que demorar um pouco.

   O presidente do legislativo comentou em sessão realizada na manha desta sexta, 7, sobre a suspensão e além de lamentar criticou as atitudes político partidários que consequêntizaram a suspensão do certame. (Veja matéria aqui)




BAIXAR PDF AQUI!!

Postar um comentário

0 Comentários