Business

Aulas presenciais só em setembro dependendo dos números da covid-19 em Fortaleza - Região Norte deve demorar mais; bares e cinemas sem previsão de retorno.



    O governador do Ceará, Camilo Santana, e o prefeito de Fortaleza, Roberto Cláudio, anunciaram no sábado (1º) os próximos passos do Ceará na retomada das atividades. Escolas e universidades em Fortaleza devem retomar as aulas presenciais em setembro, a depender dos resultados dos próximos boletins epidemiológicos. Isso tendo em vista que Fortaleza encontra-se na 4 Fase do plano. 
     A região Norte segue agora para a 2 Fase. Isso significa que as aulas presenciais devem demorar ainda mais para a macrorregião Norte. Eventos que geram aglomerações continuam sem previsão de retorno, ainda de acordo com o anúncio.
    "Aulas de escolas e universidades presenciais não ocorrerão ainda no mês de agosto. A previsão para a retomada das aulas presenciais tanto privadas quanto públicas estão previstas apenas para o mês de setembro. Durante todo o mês de agosto faremos reuniões para definir protocolos, faseamento, monitoramento", disse Camilo Santana. Ele pontuou ainda que o retorno deve se dar de forma opcional para pais e alunos, que devem continuar com a disponibilidade de aulas remotas.
     "Esse setor também estará opcional. Os pais e alunos terão a garantia da continuidade do atendimento remoto por conta das unidades escolares e universitárias. Esse é um processo de importante discussão. Vamos manter o mês de agosto aprofundando essa discussão com o comitê e os cientistas", acrescentou Camilo Santana.
    No anúncio, prefeito e governador lembraram a redução das taxas. "A pandemia não acabou, infelizmente. Até que haja uma vacina ou até que a imunidade da população seja elevada para que não haja transmissão comunitária, nós vamos ter que continuar convivendo com o risco do vírus", ponderou Roberto Cláudio.

Confira as decisões tomadas:

  • Fortaleza segue na Fase 4. Cinemas e bares ainda não têm permissão de funcionamento;
  • Municípios da Macrorregião de Fortaleza avançam para a Fase 4;
  • Macrorregiões do Sertão Central e Litoral Leste/Jaguaribe continuam na Fase 2;
  • Macrorregião Norte segue para a Fase 2;
  • Macrorregião do Cariri segue para a Fase 1.

Informações - DN

Postar um comentário

0 Comentários