Business

Parlamentares fazem vistoria no depósito da merenda escolar e divulgam vídeo e fotos. Confira!



    Na sexta, 17 de Julho, os dois parlamentares, Raul Neto e Neto Andrade, estiveram na secretaria de educação cobrando vistoria no depósito da merenda escolar do município (Reveja). O assunto foi a merenda escolar, que veio a ênfase após cobrança da distribuição para alunos como foi feito em alguns municípios da região, os parlamentares, in loco, cobravam uma vistoria imediata no depósito que armazena os produtos no município. Até então não havia sido protocolado um pedido formal, por escrito, só um acordo acertado entre as partes ainda na quinta, 16, quando estiveram no local. Ambos retornaram no fim da tarde ao local, que estava fechado, e em vídeo também publicado nas redes mostraram algumas representações que estariam protocolando no Ministério Público sobre esse assunto e outros. (Reveja os vídeos)  

O município de recebeu do PENAI de Fevereiro a Junho, cerca de 107 mil reais. Houve aulas até o dia 13 de Março, na semana seguinte a teste dia as aulas foram suspensas. Em Abril as férias de Julho foram antecipadas e em Maio as aulas retornaram mas de maneira virtual. Assim, da metade de mês de Março até agora, julho, não houve compra de merenda escolar. Os recursos, segundo a secretaria de educação estão em conta aguardando a ação do poder executivo, cerca de 70 mil reais.

Conversamos com o secretário Emanuel Fernandes sobre o assunto, confira a fala no vídeo abaixo:



     Na manha de segunda-feira, 20 de Julho, ambos os vereadores estiveram novamente na secretaria e conversaram com o secretário Emanuel, que recebeu o ofício solicitando a vistoria no depósito da merenda escolar. Que deve ocorrer ainda esse semana, e estaremos compartilhando esse momento em nossas redes sociais e aqui no site.
  No dia 27, ambos os parlamentares estiveram no depósito (vídeo abaixo) e segundo os vereadores comentaram, eles encontraram algumas irregularidades e estarão fazendo relatório sobre. Ainda informado pelo mesmo há insumos da saúde e remédios próximos a merenda, alguns lotes de produtos com vencimento para setembro e necessidade de limpeza no local. (Imagens abaixo)


   A sec. de educação nos repassou que os produtos que os parlamentares encontrariam seriam referentes aos comprados em Março/2020 quando houve a paralisação das atividades escolares (que funcionaram até dia 13/Março) e que os valores referente aos repasses dos meses seguintes estariam em conta. E ainda que já havia sido feito um levantamento da merenda escolar e quantidade de alunos. E que estariam aguardando um posicionamento da gestão (prefeita) para uma possível distribuição desses produtos somados com o que devem ser comprados com os valores em conta. Porém, ainda não houve um posicionamento oficial da prefeitura de que haverá a distribuição da merenda escolar.








   Fotos foram publicadas na página do ver. Raul Neto juntamente com um vídeo:

Postar um comentário

0 Comentários