Business

Campanha: Mãe de trigêmeos, com dois filhos diagnosticados com APVL solicita ajuda para compra de leite! Vamos ajudar!!




   Mãe de trigêmeos, Socorrinha, pede ajuda a comunidade para alimentar seus filhos que foram diagnosticados com APVL, que é a alergia à proteína do leite de vaca (Informações abaixo) e por consequencia desse diagnóstico precisam tomar o leite NEOCASTE que custa cerca de 250,00 reais a lata.

   Dos três filhos, dois tiveram o diagnóstico de APVL. Socorrinha é de família humilde e precisa de ajuda. Ela já solicitou ajuda do governo estadual, que tem um programa para auxiliar nesses casos, porém existe um tempo para que seja inserida nele. E nesse período, as crianças não podem ficar sem o leite.

   A secretária de saúde do município, Roberta Vasconcelos, falou sobre o caso:



    Juntos, cada um ajudando com o que for possível crescemos como seres humanos e como sociedade. Para ajudar entre em contato com Socorrinha pelo telefone abaixo (WhatsApp). Além do leite, outros mantimentos podem ser doados a família como roupas, produtos de higiene, mas a alimentação é primordial para que as crianças cresçam com saúde.

Contato:  (88) 99346-5671
Socorrinha - Mãe dos trigêmeos


LEITE NEOCATE:

   Neocate LCP é uma fórmula infantil para lactentes e de seguimento para lactentes e/ou crianças de primeira infância destinada a necessidades dietoterápicas específicas com restrição de lactose e à base de aminoácidos livres. Indicado para crianças de 0 a 12 meses de idade que apresentam alergia à proteína do leite de vaca.

_________________________________________

O que é APLV? Ela é comum?

APLV é a sigla de alergia à proteína do leite de vaca, uma reação do sistema de defesa do organismo às proteínas do leite.
Quando a pessoa com APLV ingere alimentos que possuem as proteínas do leite o seu sistema de defesa as reconhece como uma substância estranha e libera na corrente sanguínea anticorpos (IgE) ou células inflamatórias, acarretando reações gastrintestinais, de pele, respiratórias ou sistêmicas. Estima-se que 2 a 3% das crianças menores de 3 anos possuem APLV.


Qual é a diferença intolerância a lactose e Alergia à proteína do leite de vaca (APLV)?

Resposta: A APLV é uma reação do sistema imunológico às proteínas do leite de vaca. Ela é mais comum em bebês e crianças e os principais sintomas são: cutâneos (placas vermelhas na pele, coceira, descamação, etc.), gástricos e intestinais (diarreia, sangue nas fezes, intestino preso, vômito, regurgitação, cólicas intensas, etc.), respiratórios (respiração difícil, chiado, etc) e sistêmicos como a anafilaxia. Qualquer quantidade da proteína do leite é suficiente para desencadear os sintomas, portanto seu tratamento é a dieta isenta de alimentos que possuem as proteínas do leite (leite, seus derivados e todos os alimentos preparados com esses ingredientes: bolos, tortas, biscoitos, etc.).
A intolerância à lactose é decorrente da falta ou da diminuição de lactase, enzima que digere a lactose (açúcar do leite). Ela é mais comum em adultos e idosos.
Neste caso os sintomas apresentados são apenas gastrintestinais como: diarréia, cólica, flatulência e distensão abdominal. A pessoa jamais manifestará sintomas de pele, nem respiratórios, como ocorrem nos processos alérgicos, pois o sistema imunológico (de defesa) não está envolvido.

Postar um comentário

0 Comentários