Header Ads

Bolsa Família deve virar Renda Brasil, programa que também será pago à informais



O ministro da Economia, Paulo Guedes, decidiu retomar a ideia engendrada ainda no ano passado de substituir o Bolsa Família por 1 novo programa, o Renda Brasil. Ele está finalizando as diretrizes da nova política assistencial do governo, mas já detalhou para deputados como deve ser o novo Bolsa Família:
  • Novo nome – Renda Brasil;
  • Quem receberá – famílias de baixa renda. Quase 40 milhões de pessoas, nas contas do governo;
  • Bolsa Família – continuará a ser pago, com novo nome;
  • Como receber o pagamento extra – por meio de “Imposto de Renda negativo”.
O novo sistema estará disponível para quem trabalha apenas na informalidade e ganha menos de 1 salário mínimo. Em geral, essas pessoas já recebem o Bolsa Família (cerca de R$ 200 por mês).

Se esse trabalhador informal tiver alguma outra renda de, por exemplo, R$ 300 ou R$ 400, terá de declarar via celular o valor no sistema criado recentemente para receber o auxílio. Bastará dizer a cifra recebida e o nome da pessoa que fez o pagamento. Os dados são para eventual checagem.

Para cada valor recebido, o trabalhador informal terá 1 extra creditado em sua conta, como num Imposto de Renda Negativo. O percentual ainda está sendo estudado. Por exemplo, se for de 10%, para cada R$ 500 declarados a pessoa receberia mais R$ 50.
Poder 360

Nenhum comentário

Atenção!
Ao comentar, escolha as palavras corretas para que seu comentário atinja seu objetivo, expor sua opinião sobre determinado assunto.
Os comentários passaram por moderação da redação e serão publicados, independente do seu conteúdo, caso o comentarista tenha uma identificação válida!
Obrigado por comentar!

Tecnologia do Blogger.