Desrespeito ao isolamento social por comércios e população aumenta em Senador Sá

     Em meio ao estado de Pandemia, foi decretado o fechamento de diversos comércios e instituições pelo governo estadual e corroborado via decreto municipal. No início de Maio, mais de um mês de isolamento social, populares entraram em contato com nosso site informando diversos pontos onde as pessoas continuam desrespeitando o isolamento social e as medidas de prevenção em combate ao novo coronavírus.

   Moradores de distritos e localidades relatam diversos bares funcionando e gerando aglomerações, constante lotações na lotérica e no Bradesco Expresso, a chegada de inúmeras pessoas vindas de outros municípios e principalmente da capital, bares que apesar de estarem com portas fechadas recebem pessoas as mantem dentro do local e outros diversos desrespeitos ao isolamento.

    O município apesar de pequeno tem um território enorme e possui um efetivo policial que não abrange com rapidez sede e distritos. Situação que dificulta a fiscalização para o cumprimento dos decretos estaduais e municipais.

   Conversamos com a secretária de Saúde, Roberta Vasconcelos, sobre as constantes denúncias vinda da população de que pessoas, comércios e outros locais estão gerando aglomeração e sendo possíveis pontos de contágio. Elas nos informou que também recebe diariamente diversas denúncias e repassa as autoridades policiais e fiscalizadoras. E que a partir da segunda, 4 de Maio, estará reunindo-se com os profissionais da saúde do município e vendo possíveis medidas que possam vir a ser adotadas, dentro da realidade de Senador Sá, para garantir a prevenção ao covid-19 tanto com campanhas de conscientização como ações fiscalizadoras e punitivas.


 Alguns comentários recebidos: _________________ 


"Boa noite, Jackson devido o que estamos passando em nosso município com a falta de comando municipal quero fazer uma denuncia... aqui na região do Corrego e Panacui (Localidades próximas do distrito de Serrota) o som nos Bar é a noite toda e as vezes o dia inteiro e vem gente de todos os cantos beber. A polícia não vem... a prefeita não toma providências. então nós moradores se preocupamos porque vem gente de vários lugares sem falar na perturbação ao sossego alheio... me sinto preocupado porque nosso município até agora não tomou providências em nada."

    "Boa noite, Jackson aqui na região do Córrego de Baixo e Córrego de Cima vive um descaço, É bebedeiras dia e noite, gente chegando de fortaleza toda hora... ver se alguém toma as providências..."


   "Porque ali no Casarão (Bar localizado na sede do município) já é a 2° noite que estão com zoada e enfiando gente pra dentro, fazendo aglomeração com som alto... na frente está tudo fechado mas estão colocando gente pra dentro já que é uma casa. E tem igreja evangélica também fazendo culto... Não adianta... a gente liga e eles (polícia) não atendem."

  Os casos confirmados e mortes no estado aumentam a cada dia. Cidades da região e de todo o Brasil buscam medidas para conscientizar, fiscalizar e punir eventuais descumprimentos que possam aumentar o contágio. O governador Camilo Santana anunciou que os decretos serão prorrogados e que medidas mais duras para garantir o isolamento social devem ser tomadas.

   É importante lembrar que o município de Senador Sá não tem estrutura para comportar casos graves caso surjam e que os hospitais de Sobral (Que recebem essa demanda) não possuem leitos suficientes para suprir a carência de toda a região Norte.



Postar um comentário

0 Comentários