Business

Governo do estado irá pagar conta de luz para 534 mil famílias de baixa renda no Ceará.


O governador Camilo Santana (PT) anunciou no fim da tarde desta terça-feira, 31, o pagamento da conta de energia de 534 mil famílias cearenses de baixa renda pelos próximos três meses, devido a pandemia do novo coronavírus, a Covid-19. São consumidores de todo o Estado que consomem até 100 kw/h por mês, o que equivale a cerca de 2 milhões de cearenses, conforme Camilo. Medida, por meio de lei, está sendo encaminhada à Assembleia Legislativa do Estado do Ceará (AL-CE) para aprovações finais. 

Recomendação da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), acatada pela Enel Distribuição Ceará, já havia confirmado a suspensão do corte do fornecimento por falta de pagamento em meio a pandemia, mas, de acordo com Camilo Santana, foi preciso "ir além e garantir outra política para a população mais vulnerável". 
Durante transmissão ao vivo em seu Facebook, o governador divulgou também medidas referentes ao transporte de cargas, principalmente com materiais hospitalares e alimentícios, que chegam ao Estado, atualizando medidas divulgadas nessa segunda-feira. Foi definido que estabelecimentos como postos de combustível, lanchonetes e comércios localizados em rodovias estaduais e federais do Ceará deverão funcionar 24 horas para atender caminhoneiros e facilitar assim a chegada das cargas ao seus destinos.
"Ficam denominadas de Linha Verde de Logística e Distribuição do Estado as áreas situadas nas rodovias estaduais e federais do território cearense onde funcionem os setores do comércio necessários a viabilizar o transporte de carga destinado ao abastecimento da população, bem como indispensáveis ao atendimento de serviços públicos essenciais", diz texto do decreto de número 33.532, publicado no Diário Oficial do Estado (DOE) dessa segunda-feira, 30. 

Fonte: DN

Postar um comentário

0 Comentários