Business

Atualizado: Número de óbitos por Covid-19 sobe para cinco no Ceará


ATUALIZAÇÃO
Subiu para 348 o número de pessoas diagnosticadas com Covid-19 no Ceará, segundo informe o Ministério da Saúde, divulgado neste domingo (29). Mais um óbito foi confirmado no Estado, totalizando cinco, segundo a Pasta federal. 

Com o número de casos, Ceará segue em 1º lugar do Nordeste à frente da Bahia (154), Pernambuco (73), Rio Grande do norte (68), Alagoas (17), Maranhão e Sergipe, com 16 cada, além da Paraíba e Piauí (14).
Os três primeiros óbitos em decorrência da Covid-19 no Ceará foram registrados entre 4 e 11 dias após os primeiros sintomas da doença nas vítimas. Entre elas, duas mulheres, de 84 e 85 anos, e um homem de 74 anos. Os três tinham doenças crônicas pré-existentes e moravam na Capital. 
quarta morte foi divulgada pelo governador Camilo Santana, neste sábado (28). A vítima da enfermidade foi um homem de 65 anos, que estava em um hospital de Fortaleza. O governador também anunciou a prorrogação do decreto de fechamento de comércios e estabelecimentos não essenciais até 5 de abril. 

No Estado, o primeiro paciente com coronavírus foi confirmado no dia 15 de março e, cinco dias depois, a Sesa oficializou que o Estado chegou a transmissão comunitária, quando não é possível saber a origem da infecção. 
___________________________________   
 O Ceará registrou os dois primeiros óbitos por novo coronavírus. A informação foi anunciada de forma oficial, na tarde desta quinta-feira (26), pelo titular da pasta, Dr. Cabeto, durante pronunciamento pelas redes sociais. Até o último informe epidemiológico do Governo, divulgado quarta-feira (25), o número de infectados era de 211.


   O segundo óbito aconteceu no início da tarde desta quinta-feira(26), em Fortaleza, a tauaense D. Zelinda Cidrão, 85 anos, que estava internada com um diagnóstico de coronavírus. Familiares disseram ao Blog do Wilrismar, que D. Zelinda, que residia na capital cearense, estava internada há cerca de 9 dias, na UTI do Hospital São Carlos, depois de contrair a doença numa festa de aniversário. Zelinda era casada com Ernesto Jataí, irmã do empresário Adjacir Cidrão, já falecido. Era proprietária das fazendas Carnaúba e Teodósio, localizadas na sede Distrital de Tauá. 

ATUALIZAÇÃO:
Momentos depois de transmissão ao vivo onde o secretário da Saúde, Carlos Roberto Marinho, o Dr. Cabeto, ter mencionado as duas primeiras mortes por coronavírus no Ceará, a Secretaria Estadual da Saúde (Sesa) confirmou a terceira morte pelo vírus, no fim da tarde desta quinta-feira (26). As vítimas são duas mulheres e um homem, todos eles idosos. 
"Tivemos os primeiros óbitos, tem dois documentados, são de pessoas idosas, um deles em hospital público e que, infelizmente, é uma vida que tem muita importância. Mas isso nos fortalece ainda mais para que a gente use o bom senso".

Um dos casos, antecipado pelo Sistema Verdes Mares, envolve um homem de 72 anos, identificado como José Maria Dutra, que residia em Fortaleza. O idoso apresentava diabetes e faleceu por "insuficiência respiratória causada por uma infecção pulmonar por Covid-19".
A morte ocorreu por volta das 2h, com sepultamento às 9h30, no Jardim Metropolitano, em Eusébio, na Grande Fortaleza. A rapidez no enterro atende à decisão da Justiça do Ceará, assinada no último dia 20, que proibiu a realização de velórios de eventuais óbitos da Covid-19.
Foi o quarto falecimento no Nordeste, sendo três em Pernambuco. Em fase crescente de contágio, o Ceará é o terceiro estado do Brasil com mais infectados, superado apenas por São Paulo e Rio de Janeiro. O primeiro caso cearense do novo coronavírus foi registrado no dia 15 de março, há 12 dias.
Prevenção no Ceará
Como medida para ampliar e preparar a rede pública de saúde contra o novo coronavírus, o Governo do Estado vai construir três hospitais de campanha e disponibilizar um total de 150 novos leitos.
Na Capital, epicentro de contaminados com a Covid-19, o prefeito Roberto Cláudio autorizou a construção de um hospital exclusivo para pacientes que testaram positivo. O equipamento receberá 17 enfermarias, com 12 leitos, em uma estrutura metálica de 3.500 metros quadrados.
A cidade também dispõe do Hospital Leonardo da Vinci, reinagurado no último domingo (22). O espaço é exclusivo para pacientes com o novo coronavírus e possui 230 leitos, 30 de UTI, e foi requisitado pelo Governo do Ceará para dar suporte a partir de confirmações da doença no Estado.
Vale ressaltar que os pacientes serão encaminhados aos dois locais através de uma central de regulação. Logo, não devem procurar a unidade, mas continuar se utilizando dos postos de saúde ou UPAs, como já indicado nos planos de contingência.
Até o dia 30 de abril, as UPAs do Dendê, do bairro Bom Jardim, do Vila Velha, do Jangurussu e do Itaperi receberão melhoria estrutural. Ao todo, serão 140 novos leitos nas unidades municipais.
Ajuda voluntária
O Conselho Estadual de Saúde do Ceará (Cesau), em parceria com a Secretaria da Saúde do Estado (Sesa), realiza um Cadastro de Reserva de Voluntários para enfrentamento ao Coronavírus (COVID-19). Os interessados atuarão, em caso de necessidade, em hospitais ou monitoramento de locais públicos. 
Para participar não é preciso ser da área da saúde. Basta não ser do grupo de risco: pessoas com mais de 60 anos, com doenças imunossupressoras, que estejam realizando tratamento de câncer, com diabetes ou insuficiência cardíaca. Para se inscrever é preciso enviar o currículo para o email: cesau@saude.ce.gov.br. Os aprovados receberão posteriormente instruções.

Fonte: Diário do Nordeste / Blog do Wilrismar

Postar um comentário

0 Comentários