Conta de água vai vir mais cara para Senador Sá em 2020!


 A Companhia de Água e Esgoto do Ceará- CAGECE emitiu no dia 13 deste mês de janeiro um comunicado aos usuários de Senador Sá, onde informa que após as ações adotadas para melhorar o abastecimento e qualidade da água no município, os serviços prestados pela companhia serão faturados normalmente a partir de janeiro de 2020.
         
         Atualmente os moradores de Senador Sá pagam o consumo de água pelo consumo real, ou seja, quem consome um metro paga um metro, assim vai até o limite de 10m³ onde a partir desta faixa (salve engano) a tarifa muda de faixa. A partir de agora, o consumidor pagará no mínimo 10m³ (dez metros cúbicos) presumidos, ou seja, uma taxa mínima, que acordo com a tabela (ver abaixo) custa R$ 2,83 o m³, resultando (10x2,83= R$ 28,30) em vinte e oito reais e trinta centavos, em outras palavras, consumindo (até 10m³) ou não consumindo no mínimo você pagará R$ 28,30. Para quem consumir acima dos 10m³ a taxa muda e o valor do metro cubico sobe para 4,82, e ultrapassando a faixa dos 16m³ valor do metro fica R$ 5,23...veja a tabela completa abaixo.
       

         O município de Senador Sá pagava água pelo consumo real, como forma de compensação pelo péssimo serviço prestado pela companhia no município, tal benefício foi conseguido depois de várias idas de gestores municipais à sede do órgão, assim como pela pressão por parte da população que externava em todos os meios a sua insatisfação.
Pra quem não lembra, a CAGECE deixava boa parte da população desassistida, outra parte com abastecimento irregulares e quando normalizava era com água salobra e bruta, captadas dos poços tubulares espalhados pelo perímetro urbano(impróprios), construído em 2016 por força da seca na região.

Fonte: Blog Correio Senadorsaense

Postar um comentário

0 Comentários