Header Ads

Senadorsaenses: Histórico de José Moreira Correia



José Moreira Correia (*1920+2019) foi um político senadorsaense com forte influência na região de Serrota. Em 1954, quando Senador Sá ainda distrito de Massapê o mesmo foi eleito a vereador, sendo um dos primeiros representantes dessa região no legislativo. Nas eleições de 07 de outubro de 1962, na segunda eleição após a emancipação de Senador Sá, colocou seu nome na disputa do executivo e foi eleito logo de primeira, com 413 votos, foi eleito a vice, na época votação em separado, com 437 votos, o senadorsaense também influente na época, Francisco Anastácio Sampaio (Chico Alexandre).

Na época foram eleitos vereadores, pela ordem dos mais votados: Sancho Rodrigues de Oliveira (121 votos); Agenor Alves de Moraes (81 votos); José Adnogal Pinto (77 votos); Gerardo Gomes Vidal (72 votos); João Rodrigues Alexandrino (Joao Julião) (60 votos); Jose Anésio Silveira (43); Gerardo Gualberto Araújo (37 votos).
No ano de 1964, por volta de junho, já em vigor a famosa revolução(ditadura), um grupo de fiscais do governo estadual vieram a Senador Sá a pretexto de fazer uma auditoria nas contas públicas, de acordo com as informações colhidas via fontes orais, foram constatadas irregularidades na mesma e houve se assim um tentativa de cassação do mandado do mesmo. (Um fato concreto da interferência da ditadura em Senador Sá)
Presidiu aquela sessão solene, o vereador mais votado, porém a votação não atingiu os dois terço esperado para que o prefeito fosse afastado e o vice assumisse, no entanto, pelas ‘irregularidade constatadas’, os repasse para o município foram bloqueados, permanecendo assim até 1967, quando o então gestor, eleito pela base estadual da época(coronéis), recebeu os valores retroativos.
Entre os relatos, há quem diga que foi uma armação da ditatura com políticos locais e outros influentes na região, em outras palavras, foi uma tentativa de tomar o poder municipal, porém, não houver brecha legal, por isso suspenderam os repasses municipais como forma de retaliação.
Na memória de muitos, Zé Moreira é lembrado como o homem de branco, na época era comum vê-lo sempre de roupas brancas ao pegar o trem, na época o branco era um símbolo de opulência.

Por Robson Yguana
Fontes: TSE e Depoimentos Orais
Via CS1

Nenhum comentário

Atenção!
Ao comentar, escolha as palavras corretas para que seu comentário atinja seu objetivo, expor sua opinião sobre determinado assunto.
Os comentários passaram por moderação da redação e serão publicados, independente do seu conteúdo, caso o comentarista tenha uma identificação válida!
Obrigado por comentar!

Tecnologia do Blogger.