Uma produção do BRASIL PARALELO: 1964: O Brasil entre armas e livros. - CONFIRA!!




Uma narrativa ideológica que atende a objetivos de grupos políticos específicos contaminou durante décadas aquilo que conhecemos sobre nossa história. O passado foi obscurecido para que nossa compreensão dos acontecimentos e da realidade fosse controlada.
      Em entrevista após a sessão de pré-estreia, o historiador e pesquisador Rafael Nogueira, um dos palestrantes de 1964: O Brasil entre armas e livros, ressaltou como o documentário inaugura um novo ponto de partida para que a sociedade dialogue e investigue melhor o período do Regime Militar.


      Nessa entrevista realizada na sessão de pré-estreia, o jornalista Percival Puggina destacou a honestidade intelectual com que 1964: O Brasil entre armas e livros retratou o período do Regime Militar.  O filme tem sido alvo de difamações e de tentativas de boicote e de censura prévia, justamente por aqueles que não o assistiram.




     A hegemonia chegou ao fim. Assista a 1964: O Brasil entre armas e livros.


ASSISTA:




CENAS INÉDITAS:

Postar um comentário

0 Comentários