Orçamento participativo: Por que Senador Sá não tem? Confira!



   Essa semana será votada pelo legislativo municipal a LOA (Lei Orçamentária Anual) para o ano de 2018, assim os vereadores devem analisa-la fazer seus respectivos comentários e/ou alterações por fim vota-la.
    A previsão para o ano de 2018 é de R$ 23.599.426,00 (vinte e três milhões, quinhentos e noventa e nove mil, quatrocentos e vinte e seis reais) como informado pelo vereador Raul Neto que faz parte da comissão permanente de finanças e orçamento. Nós que vivemos em Senador Sá vemos e sabemos o que precisa para o município e também somos conhecedores do que existe na prática. Como mostrado nas imagens (abaixo) algumas secretárias receberão valores altíssimos. 
     Secretarias como por exemplo: De esportes com mais de um milhão e cem mil reais; De cultura e turismo, isso mesmo TURISMO, com mais de quatrocentos e oitenta mil reais; Do trabalho e desenvolvimento social com mais de um milhão. Sério, pode parecer, mas não é pegadinha!! Confiram abaixo:

O que é orçamento participativo?

O orçamento participativo é um importante instrumento de complementação da democracia representativa, pois permite que o cidadão debata e defina os destinos de uma cidade. Nele, a população decide as prioridades de investimentos em obras e serviços a serem realizados a cada ano, com os recursos do orçamento da prefeitura. Além disso, ele estimula o exercício da cidadania, o compromisso da população com o bem público e a corresponsabilização entre governo e sociedade sobre a gestão da cidade.






     Quando vemos os montantes e olhamos para a realidade do município parece que existe duas Senador Sá: a da teoria e a da prática!






     "A previsão para o ano de 2018 é de R$ 23.599.426,00 (vinte e três milhões, quinhentos e noventa e nove mil, quatrocentos e vinte e seis reais). Nestes últimos dias eu como membro da comissão permanente de finanças e orçamento tenho analisado a LOA ( lei orçamentária anual) esta que será votada nesta quarta-feira 01/11/2017 para nortear as ações e gastos da atual gestão. O que mim entristece e indigna é todo ano votar a LOA e ver valores altíssimos para certas secretárias, ou para ações municipais e não vejo nenhuma ação ou trabalho sendo feito em nosso município. Por me este orçamento tinha que ser feito de modo participativo, ou seja juntamente com a comunidade como sempre tenho sugerido em minhas falas na Câmara porque ai sim estaríamos indo de encontro com os anseios do povo, ouvindo dos munícipes onde precisa investir mais ou menos desta forma sim estaríamos governando para o povo quem de fato deveria ser ouvido e atendido. (segue algumas fotos do projeto com valores para cada área, fiquem atentos cobrem seus direitos afinal é seu, é meu, é nosso dinheiro)" - Ver. Raul Neto via Facebook

Nenhum comentário:

Atenção!
Ao comentar, escolha as palavras corretas para que seu comentário atinja seu objetivo, expor sua opinião sobre determinado assunto.
Os comentários passaram por moderação da redação e serão publicados, independente do seu conteúdo, caso o comentarista tenha uma identificação válida!
Obrigado por comentar!

Tecnologia do Blogger.