Header Ads

Homenagem para Senador Sá.

Imagem capa do blog heleniltonjacksonsouza.blogspot.com
          Uma homenagem para Senador Sá, poema escrito em 2009 por mim editor deste blog acima e do cartão vermelhoSenador Sá é hoje para mim não apenas uma simples cidadezinha do interior, mas o lugar onde pretendo viver e é principalmente por esse motivo que falo, discuto, reflito e grito, para que Senador Sá seja cada vez melhor em todos os aspectos e desejos, portanto obrigado Senador Sá. 
(H.Jackson/ comentários)
Senador Sá
A  antiga pitombeiras
Lá tem uma igrejinha
Uma loja e uma farmácia
Mas duas praças

Lá onde o tempo parece ter esquecido
Em toda a cidade se ouve o sino
O homen anda devagar
O cachorro anda devagar

O tempo parece não existir lá
Todos lhe conhecem
A prosa ainda existe nas calçadas

Grade cidade, mas pequena
Onde todos parecem sair de uma cena
De um filme que não se mais ver
(H.Jackson/ Despoemas e contos 2009) 
Click acima para ver mais!

Nenhum comentário

Atenção!
Ao comentar, escolha as palavras corretas para que seu comentário atinja seu objetivo, expor sua opinião sobre determinado assunto.
Os comentários passaram por moderação da redação e serão publicados, independente do seu conteúdo, caso o comentarista tenha uma identificação válida!
Obrigado por comentar!

Tecnologia do Blogger.